Alfabetização: qual é a idade certa para aprender a ler?

4 min. leitura

meninos na idade certa para aprender a ler e escrever
Ouça o post
Voiced by Amazon Polly

A alfabetização é um marco no desenvolvimento das crianças. Será que seu pequeno já está na idade certa para aprender a ler?

Algumas crianças começam a decifrar as primeiras palavras por volta dos 5 anos, enquanto outras ainda estão aprendendo as letras e só vão começar a ler tempos depois, por volta dos 7 anos de idade. Nesse período, é comum que pais e mães se preocupem com o desenvolvimento dos filhos. Muitas vezes acontecem comparações com os colegas de classe da escola, ou até mesmo entre irmãos, pensando que a criança está atrasada ou então que é cedo demais para incentivá-la a se alfabetizar.

Por isso, reunimos aqui o que especialistas dizem sobre a idade certa para aprender a ler e escrever.

Começo da vida escolar e alfabetização

Primeiro, é preciso entender que o começo da vida escolar não está necessariamente ligado ao início da alfabetização da criança. As crianças podem começar a frequentar a escola bem antes de precisarem aprender a ler ou escrever.

Nos anos iniciais da educação infantil, o desenvolvimento dos alunos se dá através de estímulos diversos: a criança explora o mundo através do tato, de formas, de cores, da música, e também começa sua socialização relacionando-se com colegas e professores.

Todos esses estímulos pedagógicos são importantes para que, quando chegar a hora de começar a alfabetização, o aprendizado aconteça de forma mais natural e sem grandes dificuldades.

O Pacto Nacional pela Alfabetização na idade certa

Sobre o assunto da idade certa para aprender a ler e escrever, atualmente o governo brasileiro se posiciona através do PNAIC – PActo Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Ele é um compromisso assumido pelo governo Federal em 2012 para atender a meta de alfabetizar todas as crianças no máximo até o final do 3º ano do Ensino Fundamental.

Ou seja, oficialmente no ensino público do Brasil, espera-se que os alunos saibam ler e escrever por volta de 8 a 9 anos de idade.

Alfabetização ou letramento?

Existe uma diferença entre ser alfabetizado e ser de fato letrado. Vamos explicar: em sua definição, alfabetizar é ensinar a decodificar letras e números, ou seja, decifrar o código do alfabeto para ler palavras, frases e também escrevê-las. Desde os anos 1980, quando o analfabetismo era um problema global, muitos estudos discutiram o que significa saber ler, e surgiu assim a ideia de “letramento”.

Isso aconteceu porque é comum que muitas pessoas alfabetizadas, que conseguem ler e escrever,  ainda assim não saibam fazer um uso efetivo e contextualizado da linguagem escrita. Têm dificuldades de compreensão e também de se expressar por textos. O letramento, portanto, vai além da alfabetização: é preciso saber usar a escrita no cotidiano, aplicando-a em sociedade, construindo e expressando sentidos.

Portanto, é possível que crianças de 5 ou 6 anos já sejam alfabetizadas, mas o processo de letramento continua ainda nos anos seguintes para que elas tenham um desenvolvimento completo da linguagem.

Leia também: Será que meu filho está estressado?

Receba dicas e novidades por email:

Então, existe uma idade certa para aprender a ler?

Quando se trata de desenvolvimento infantil, é sempre importante ressaltar o fato de que a maturidade de cada criança é variável e influenciada por muitos fatores: relações sociais, cultura, estímulos… Por exemplo, há bebês que começam a andar com 9 ou 10 meses, enquanto muitos só depois dos 13 ou 14 meses. Isso não significa que haja qualquer problema de desenvolvimento: o que realmente importa é que a criança seja sempre estimulada de forma natural.

Na fase da alfabetização, existem escolas que começam a introduzir as letras por volta dos 4 ou 5 anos de idade. Nesse caso, as crianças que já frequentam a escola podem começar o aprendizado de forma gradual para serem alfabetizadas de fato por volta dos 6 a 7 anos.

Dependendo do currículo da escola, entretanto, esse processo pode começar mais tarde, e só ser concluído no 3º ano do Ensino Fundamental.

Independentemente, aprender a ler mais cedo ou mais tarde não indica que a criança seja mais ou menos inteligente. Cada criança tem o próprio momento e ritmo de desenvolvimento. Tanto as escolas como as famílias podem trabalhar juntas para garantir que isso seja respeitado, ao mesmo tempo e que a criança é incentivada a aprender. Veja mais dicas neste outro post: “Como ajudar seu filho com dificuldade em Português”.

Estimular sem pressionar

Se analisarmos bem, o processo de alfabetização e letramento se inicia muito antes do que percebemos. Desde o nascimento, a criança tem a curiosidade e a vontade de aprender. Isso pode ser estimulado de diversas formas ao longo da infância, sendo uma das principais delas a brincadeira.

Brincar é a forma como as crianças aprendem sobre o mundo à sua volta e constroem seus conhecimentos de forma natural. Por isso, incentivar o contato com o mundo da leitura em forma de brincadeiras, de músicas e, claro, de livros, é importante para que a criança consiga aprender a ler e escrever mais naturalmente e sem dificuldades.

De qualquer forma, o fato de a criança mostrar interesse e gosto pela leitura mais cedo ou mais tarde não quer dizer que ela tenha maior ou menor capacidade intelectual. Por isso, as famílias não precisam alimentar expectativas e muito menos pressionar os filhos nessa fase:  Ao invés disso, aproveitar diariamente para viver momentos significativos de leitura e brincadeiras, junto com os filhos, torna o aprendizado um desafio muito mais prazeroso.

Dentro da História: Alfabetização com Leitura e diversão!

livro do alfabeto turma da monica abc personalizado dentro da história
Livro Personalizado com ABC da Mônica

Para incentivar a alfabetização e o gosto pela leitura de forma lúdica e prazerosa, a Dentro da História criou livros personalizados onde as crianças são protagonistas ao lado de seus personagens favoritos.

No livro Turma da Mônica: Personagens de A a Z, a criança é o personagem principal da história. Ela vai conhecer o próprio Mauricio de Sousa e aprender o alfabeto em uma jornada com os personagens da Turma passando por cada letra do ABC.

Os personagens queridos e a personalização aumentam o interesse da criança pelo livro e estimulam o aprendizado. Clique aqui para criar o livro personalizado da Turma da Mônica e estimular a alfabetização de uma forma única!

Uma resposta para “Alfabetização: qual é a idade certa para aprender a…”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *