Planejamento financeiro desde os primeiros passos

2 min. leitura

Planejamento financeiro para pais
Ouça o post
Voiced by Amazon Polly

Veja dicas de especialista sobre planejamento financeiro para pais e mães lidarem melhor com as despesas que chegam junto com o bebê tão esperado.

Quando surge o sonho do primeiro filho normalmente dois sentimentos vem à tona: o despertar de um amor singular, quando imaginamos o crescimento de uma vida (desde bebê até os desafios de adulto), mas também a preocupação com o tamanho da responsabilidade dessa mudança de fase. Afinal, trazer um novo ser ao mundo é razão para muita reflexão e, de certo modo, para que rotinas e estilos de vida sejam repensados.

Então por que não fazer um planejamento com antecedência, evitando possíveis sufocos, apertos e minimizando essas preocupações?

Faça o planejamento com antecedência

Para isso, é essencial saber como equilibrar a vida financeira. Contabilizar os gastos fixos, por exemplo, com moradia, transporte, alimentação e lazer, e analisar se a renda atual é suficiente para essas despesas e as que virão com o bebê. É importante uma revisão do orçamento, buscando diminuir os custos, ou aumentar os ganhos (se não forem suficientes).

Estabeleça prioridades

Feito isso, outra situação fundamental é estabelecer as prioridades desse novo momento. Com o primeiro filho chegando há novas despesas, por isso, reflita. É realmente necessário trocar o carro com frequência? É possível substituir os programas de lazer por outros mais econômicos?

Pense a médio prazo

Também vale contabilizar o dinheiro que será utilizado no médio prazo, como a mobília infantil, o enxoval, e, até, artigos básicos como fraldas, mamadeiras, trocador, banheira e carrinho. Uma dica é evitar supérfluos sempre que possível. Afinal, a tendência é que os gastos sejam cada vez maiores à medida que os filhos cresçam.

Reserve para o futuro

Passamos então para uma parte vital, que é ter sempre uma reserva financeira, uma espécie de fundo emergencial para os acasos que surgem durante a jornada. É preciso também um plano de longo prazo. Neste caso, a previdência privada é uma ótima opção para que, contribuições que cabem no bolso, tornem-se um mar de oportunidades no futuro, seja uma faculdade, um intercâmbio, ou aquele empurrãozinho para a vida adulta. 

Dê o exemplo no dia a dia

É sempre importante relembrar que o hábito de poupar se constrói no dia a dia, nos pequenos gestos e atitudes do cotidiano. Com um planejamento, além de tornar o caminho menos árduo no desafio de ser pai e mãe, você consegue passar conceitos de educação financeira ao seu pequeno desde cedo, o que será um diferencial na formação desse futuro adulto.

Ângela, da Brasilprev

Ângela Beatriz de Assis
Diretora Comercial e de Marketing da Brasilprev

O Brasilprev Júnior é um plano de previdência privada em que o valor dos aportes parte dos R$ 100 e os pais podem começar a contribuir desde os primeiros passos da criança. O produto conta também com a possibilidade de diversificação dos investimentos, para fazer com que, ao longo do tempo, os valores mensais acelerem o potencial de ganhos. 

Receba dicas e novidades por email:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *