O que as crianças de hoje podem aprender com o Smilingüido?

3 min. leitura

smilingüido livro personalizado
Ouça o post
Voiced by Amazon Polly

A escritora Cristina Marques fala sobre os valores que o personagem Smilingüido transmite para as crianças e como essas lições são importantes para a nova geração.

O Smilingüido e suas amigas formigas são personagens ícones do ensino de valores para as crianças. A famosa turma foi criada na década de 1980 e desde então já marcou diversas gerações, com histórias em quadrinhos, filmes e até série de televisão.

Cristina Marques é a autora do livro Uma aventura com Smilinguido & Sua Turma da Dentro da História, e reflete sobre a importância desses personagens para a nova geração. “Hoje as crianças são muito tecnológicas, interativas, e têm acesso a conteúdos cada vez mais diversos. Por isso mesmo é preciso oferecer aos pequenos histórias que agreguem em sua visão de mundo, pois eles aprendem a agir, a sentir e a viver através dessas memórias afetivas.”, conta a escritora.

Cristina se dedica a escrever histórias que ensinam as crianças a fazer o bem, e contou para a Dentro da História tudo que as crianças e as famílias podem aprender com o Smilingüido. Confira a entrevista abaixo:

1. O que o Smilingüido e as outras formiguinhas representam para as crianças?

O Smilingüido representa um modelo de criança que tem atitudes com base naquilo em que ela acredita, colocando em prática seus valores. As formigas são exemplos de perseverança e de disciplina, mostrando para nós o verdadeiro sentido de união. Elas mostram para as crianças como é possível realizar grandes coisas quando se trabalha em grupo com harmonia.

2. No livro personalizado “Uma aventura com Smilingüido e sua Turma”, a criança participa da história junto com as formiguinhas. Quais temas o livro aborda?

Livro Personalizado do Smilingüido formigas
Livro Personalizado do Smilingüido

Neste livro do Smilingüido, o principal tema é a generosidade: a história mostra como é importante aprender a compartilhar o que é seu, trabalhar em grupo e viver em harmonia.

O livro também mostra como a vida é o bem mais precioso que temos, que cada um de nós somos únicos e importantes. Que o individualismo é o exagero onde não podemos cair: as crianças precisam aprender a ouvir e perceber o próximo, todos nós precisamos pensar nos outros e a turma do Smilingüido coloca isso em prática.

3. Como podemos ensinar generosidade para as crianças desde cedo?

Uma das primeiras formas de ser generoso é aprendendo a dividir o que se tem. As crianças são espontâneas nesse sentido, não nascem egoístas. Quando estão em grupo, são todos iguais.

Para que não se tornem individualistas e continuem generosas, precisam viver experiências no seu dia a dia. Dividir e compartilhar suas coisas, ajudar o amiguinho que não tem a mesma facilidade que ela para fazer alguma atividade, por exemplo. Assim como as formigas, todos somos diferentes mas temos o mesmo valor.

Sempre dou uma dica: se duas crianças precisam dividir um bolo, peça que uma corte o pedaço e a outra escolha qual deles vai querer. As duas entrarão em um acordo e isso mostra como todos podemos sair ganhando quando compartilhamos de forma justa.

Veja também: Como as crianças podem aprender nas férias?

4. Quais lições as crianças aprendem com a história do livro?

A história traz mensagens poderosas para os pequenos. Na escola do mestre formisã, a criança e as formigas recebem a explicação sobre o que é ser generoso. Porém, um conhecimento sem prática é um conhecimento sem utilidade – por isso elas vão viver aventuras e aprender com elas. Da mesma forma, quando queremos ensinar as crianças a serem generosas, precisamos praticar com elas a generosidade.

Em uma passagem do livro o grupo encontra um bicho-pau que está se afogando no rio. Criatividade e atitude são coisas que as crianças têm de sobra, e quando bem direcionado isso pode gerar grandes ações. Smilingüido tem a ideia de salvar o bicho-pau com o cachecol de Faniquita, pedindo a ajuda de todos para fazerem uma corrente. Ele mostra como podemos ser criativos e agir para o bem.

Faniquita fica com dó de usar seu cachecol que é tão bonito, mas lembra como a vida é muito mais importante que qualquer bem material. Assim, a criança também aprende a dar valor para o que realmente importa.

Dica: Anteninhas do Smilingüido – faça para o seu pequeno!

5. Como podemos reforçar esses ensinamentos, para que as crianças aprendam a praticar a generosidade no seu dia a dia?

Quando a criança compreende a mensagem que o Smilingüido transmite, o valor da vida se reveste de importância, tanto da sua vida como a do próximo. No salvamento do bicho-pau por exemplo, mesmo ele não pertencendo à espécie das formigas, sua vida é tão valiosa quanto as outras. E quando apenas algumas formigas chegam à colmeia e decidem levar mel para dividir com as outras, isso mostra como é bom fazer os outros felizes também.

Esse e outros momentos da história são recursos para contextualizar situações do dia a dia da criança. Podemos perguntar para as crianças: o que vocês acham que o Smilingüido faria?

Com base na memória afetiva da história que leu, a criança se coloca no lugar do personagem e internaliza a mensagem dele. Ela vai saber que atitude tomar, e assim passa a viver a aventura no seu dia a dia.

Gostou da entrevista? Clique aqui para conhecer a história completa do livro personalizado do Smilingüido e boa leitura!

Cristina Marques escritora autora livros infantis

Cristina Marques é autora de livros infantis, juvenis e adultos. É apaixonada pela escrita e seu maior sonho é deixar um legado para a futura geração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *